Miguelina Vecchio recebe título de “Cidadã Maranhense”
 

miguelina titulo cidada maranhense

A presidente nacional da Ação da Mulher Trabalhista (AMT), Miguelina Vecchio recebeu o título de Cidadã Maranhense, em sessão solene realizada nesta quarta-feira (9) na Assembleia Legislativa do Maranhão. A honraria foi proposta pela deputada estadual Valéria Macedo (PDT), em reconhecimento à forte militância política de Miguelina, assim como sua incansável luta pelos direitos das mulheres no Brasil.

A solenidade reuniu representantes de entidades do movimento de mulheres, lideranças políticas e admiradores da homenageada. Valéria Macedo destacou a trajetória de Miguelina Vecchio, também vice-nacional do PDT, à frente da luta pela garantia de direitos das mulheres, combate à violência, empoderamento feminino, entre outras bandeiras importantes.

A deputada também ressaltou a atuação da homenageada pela equidade de gênero e participação da mulher na política, sendo referência dentro do PDT.

“Miguelina representa para nós, do movimento de mulheres, um exemplo de mulher forte, que luta em defesa das mulheres e que está sempre buscando, nacional e internacionalmente, a discussão de pautas importantes para as mulheres. Ela é uma referência para nós no partido, enquanto mulher e ativista política dos movimentos feministas”, lembrou.

Natural do Rio Grande do Sul, Miguelina Vecchio nasceu no dia 19 de janeiro de 1963. É bacharel em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RS). No Maranhão, tem ampla participação na vida das mulheres, por meio de simpósios, reuniões do PDT Mulher, nas pautas de violência de gênero, entre tantos outros serviços prestados à causa.

“Miguelina sempre está conosco aqui no Maranhão, participando de seminários, simpósios, ministrando palestras nas universidades, no partido, nas comunidades, ou seja, sempre dando sua contribuição, orientando as mulheres sobre a importância da participação na sociedade e na política, principalmente. Ela tem uma lista longa de serviços prestados no Maranhão, no Brasil e, também, fora do país”, completou Valéria Macedo.

A homenageada agradeceu o reconhecimento e frisou que receber o título de “Cidadã Maranhense” em um estado tão grande, como é o Maranhão, é motivo de orgulho. Ela também afirmou que, aqui, sempre se sentiu abraçada.

“É muito importante, porque militância política é tão dura, que remete sempre a situações de embate e enfrentamento. Já os momentos de prazer e de regozijo são raros. Logo, esse reconhecimento é muito significativo. É uma coisa que adoça a alma da gente e nos mostra que militância política não é só a parte dura, mas há também quem reconheça o nosso trabalho. O Maranhão é um estado acolhedor e eu me sinto abraçada”, agradeceu.